• Hi Ray

Braille Neue - Designer Japonês Cria Tipografia combinada com Braille



O designer japonês Kosuke Takahashi, criou o Braille Neue, uma fonte universal que combina os caracteres do alfabeto padrão com o braille.


É uma uma tipografia que se comunica tanto com as pessoas que enxergam quanto com as pessoas cegas, no mesmo ambiente.


O Braille Neue consiste em dois formatos - o Braille Neue Standard, que é padrão para o alfabeto inglês e o Braille Neue Outline , que é adaptável para o Japonês e o Inglês.




O objetivo da criação de uma fonte universal é para ser usado nas Olimpíadas de Tokyo e Paraolimpíadas (paralimpíadas) de 2020, para criar um espaço realmente universal onde qualquer um pode ter acesso à informação.






Braille para todos


Atualmente, nós raramente vemos o braille implementado em espaços públicos uma vez que requer espaço adicional para tal, e as pessoas com visão não consideram importante nos projetos.O Braille Neue aborda esse problema tornando o braille fácil de usar para pessoas com visão. Ao espalhar esse texto, acredito que mais pessoas se familiarizarão com o braille.

Implementando Braille em novas formas


O designer também conduziu uma pesquisa para saber se a sinalização grande com braille era legível para pessoas cegas. Por meio da pesquisa, descobriu que, desde que haja o padrão de 6 pontos, é possível que eles a leiam independentemente de seu tamanho.

O braille tende a ser pequeno e invisível, mas como Braille Neue tem a possibilidade de expandir espacialmente em sinalizações públicas de novas maneiras.

Substituindo os sinais existentes

Com o Braille Neue, também é possível substituir os sinais públicos já existentes fazendo apenas a adapção do kerning (espaços entre as letras). É fácil de implementar em infraestruturas já existentes e é um trampolim para um futuro sustentável e inclusivo.

Palavra Amazing, demonstrada no Alfabeto Braille Neue

Nos alfabetos latinos, as tentativas de combinar o braille com os caracteres existentes foram feitas por Kosuke e vários designers em todo o mundo. Nesta missão, projetaram um conjunto que corresponde não apenas aos alfabetos latinos, mas também às fontes japonesas. Através da contribuição de aumentar a variação do tipo de letra que combina Braille com os caracteres existentes e pensar sobre suas implementações, eles visam a criação de uma sociedade inclusive onde o uso do braille se torne comum.


Aqui na Dimensão Paralela, esperamos que o projeto seja aprovado e implementado não somente nas Olimpíadas e Paraolimpíadas, apesar de ser um ótimo começo para disseminar a ideia, mas que seja aplicada à todos os países no mundo como algo natural. Conhecer um pouco mais sobre as dificuldades do próximo, pode ser o caminho para que o ser humano se torne mais empático e sensível a questões que estão à sua volta, tornando o mundo um lugar melhor.

Kosuke Takahashi, nasceu em 1993 em Tokyo, Japão.

Especializado em Design, Planejamento e Prototipagem.


É interessado na ação inconsciente do ser humano.


Atualmente o portfolio de Kosuke está fora do ar, mas você pode visitar o site oficial do projeto, aqui.



0 visualização0 comentário